domingo, 17 de julho de 2011

Novas tecnologias novas formas de ensinar e aprender

A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria. Criada com objetivos militares, uma maneira de as forças armadas norte-americanas manterem as comunicações em caso de os inimigos destruíssem os meios convencionais de telecomunicação.  Nas décadas de setenta e oitenta  além de ser utilizada para fins militares, a Internet também foi um importante meio de comunicação acadêmico. Estudantes e professores universitários, principalmente dos EUA, trocavam idéias, mensagens e descobertas pelas linhas da rede mundial. Porém só em 1990 a Internet começou a alcançar a população em geral.

A web um sistema de documentos em hipermídia que são interligados e executados na internet surge em 1991 na Suíça. A partir de então a evolução passou a ser muito mais rápida, em  20 anos a internet e com ela o ambiente em rede a longa distância surgiu como uma nova ferramenta de comunicação acessível a usuários domésticos e empresariais. Deixando de ser usada por poucos pesquisadores enclausurados, para atingir mais de um bilhão de usuários.

A história da criação e do desenvolvimento da internet é a historia de uma aventura humana extraordinária. Que reforça a idéia de que a cooperação e a liberdade de informação podem ser mais favoráveis à inovação do que a competição e o direito de propriedade. Nessa nova realidade social tornou-se muito mais difícil e complexo ser professor, pois, este precisa saber lidar com a tecnologia, já que tem a missão de preparar os alunos para o mercado de trabalho.  É fundamental que o professor não veja o uso da tecnologia na educação como apenas mais um modismo, a tecnologia é real, não se pode mais pensar em trabalho onde não haja, por menores que sejam inovações tecnológicas.

Essa sociedade necessita de cidadãos que saibam interagir com as novas tecnologias, construir conhecimento em rede de aprendizagem entre professores e alunos onde os mais experientes possam ajudar os que têm mais dificuldades. Nesse sentido a experiência pedagógica do professor é fundamental, conhecedor do significado de construir conhecimento o professor deve se questionar como e quando o uso das novas tecnologias em suas aulas proporciona a construção de novos conhecimentos. Estar na rede não nos faz, essencialmente inovadores ou produtores de conhecimento. Traçar roteiros de pesquisa, indicar sites, questionar as informações pesquisadas, são maneiras de o professor colaborar com os alunos na construção do conhecimento. saiba mais vendo o vídeo no youtube 

Um comentário:

Tânia Míriam disse...

Obrigada da visita. Seu Blog é muito bom. Parabéns!