sábado, 29 de outubro de 2011

Dia nacional do livro


As tecnologias mudaram, e continuam mudando as formas como adquirimos conhecimentos, as maneiras como nos comunicamos e como armazenamos informação. O dia 29 de outubro é dedicado ao livro para alguns ele está com seus dias contados, talvez isso possa acontecer, mas, ainda há muito prazer em fazer a leitura, sentado em um banco na praça, o livro também é companheiro de viagem nos ônibus, aviões, metrôs. O texto é algo vivo, nunca vai acabar, e se um dia deixar de ser impresso em papeis, continuará sendo publicado em outras mídias, outros formatos e continuará sendo lido na forma digital em instrumentos multimídias. Já existem hoje bibliotecas que disponibilizam seu acervo aos internautas. Estou falando do Domínio Público, do Museu da LínguaPortuguesa, da Biblioteca digital mundial, esses são alguns endereços entre tantos... 

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Um bilhete de Deus?

Um homem, que enquanto filho nunca teve um bom relacionamento com seu pai, resolve viajar para um acampamento de férias, com seus três filhos menores, a viagem que deveria ser repleta de diversão e alegria, acaba se transformando em uma grande tragédia, com o desaparecimento da filha caçula de 6 anos e meio. Depois de muita investigação, descobriu-se vestígios de que a menina foi assassinada em uma cabana por um Serial Killer.
Sem poder enterrar o corpo da filha, mergulhado em sentimentos de culpa e saudade, que lhe causavam dor e revolta, o pai da menina se entrega a uma grande tristeza, que o isolava do mundo. Mesmo tendo se passado quatro anos do assassinato da filha, ele não conseguia esquecer, e o sofrimento não diminuía.
Um dia gelado, depois de uma grande nevasca, ele encontra na caixa do correio, um bilhete lhe convidando para um encontro na cabana. O curioso é que o bilhete estava assinado por “papai”. O homem se atormenta por saber, que sua esposa muito religiosa se referia a Deus, como papai. Desconfiado, em dúvidas sem saber se teria um encontro com Deus, ou com o assassino de sua filha, ele volta à cabana, lugar de seu mais terrível pesadelo.
Chegando à cabana sua vida dá uma grande reviravolta, aparentemente o lugar estava mudado, ele foi recebido por Deus, Jesus e o Espírito santo para um “acerto de contas”. As conversas sobre vida, morte, dor, perdão, fé, amor e redenção o fazem refletir e compreender alguns dos acontecimentos mais tristes de sua vida. A conversa o leva a conhecer o amor incondicional de Deus, capaz de curar e libertar o coração de mágoas, ressentimentos.
Quer conhecer essa história, leia o livro “A cabana”, de William P. Young. A narrativa envolvente, de uma história emocionante, inspiradora, reveladora e libertadora.

domingo, 9 de outubro de 2011

sábado, 1 de outubro de 2011